fbpx

Vereadores da região na mira da Polícia

Depois de Capivari de Baixo e Pescaria Brava, foi a vez de Laguna ver um representante de sua Câmara de Vereadores ter prisão preventiva declarada por conta de investigações policiais. Na Cidade Juliana, a acusação é de manipulação de licitação, algo parecido com o que ocorreu em Pescaria Brava – em Capivari, a suspeita era de contratação de funcionários fantasmas. O fato incontestável é que as investigações que chegaram a tais atitudes não são mais exclusividade das grandes cidades e ninguém mais pode se sentir imune à lupa policial, o que é saudável. Mas, em tempos em que a prisão de Luís Carlos Cancellier despertou tantas reflexões, convém recolher informações também para avaliar se a medida foi ou não bem implementada, mesmo que os atingidos sejam de outro campo político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *