Unisul tem exposição de sementes crioulas

Uma exposição realizada na Unisul apresentou sementes crioulas que, pelo modelo de desenvolvimento econômico adotado, tendem a perder sua raiz nativa, supervalorizando a produção transgênica. O objetivo foi disseminar a importância enquanto resistem os pequenos agricultores às sementes híbridas. “A semente crioula permite que o agricultor possa plantar e produzir a sua própria semente, e dessa forma ficar independente”, explicou João Antolino Monteiro, professor do curso de Processos Gerenciais e coordenador do Projeto de Extensão de Economia Solidária e Arranjos Produtivos Locais.

Deixe uma resposta