Um fardo para Moisés e Tubarão

Lucas Esmeraldino se tornou um fardo para o governador Carlos Moisés e para Tubarão. E quem um dia irá dizer que foi surpreendido?

Nesta semana veio à tona mais uma reportagem sobre as influências do secretário no governo estadual. Conforme já estava claro há muito tempo, é uma teia extensa e complexa. Que faz jus ao histórico político de Lucas.

Ele foi um elefante na sala de Moisés e sua nomeação sempre foi considerada um problema para o governador. Relatado ainda mais na imprensa estadual.

O fato de o ex-vereador ter sido defenestrado da presidência do PSL de Santa Catarina evidencia que sua presença já foi encarada como um problema em outras oportunidades.

A informação falsa de que estaria indo para a executiva nacional do partido também diz alguma coisa.

Como também o envolvimento de seu suplente em um caso de vazamento de um edital de concurso público.

Como vereador, Lucas conseguiu a proeza de apresentar um projeto de lei que até hoje não foi analisado. O Escola sem Partido denotou seu aspecto autoritário de tal sorte que virou um ícone do constrangimento.

A saída de Lucas da Câmara de Vereadores, aliás, também não foi exemplar. No dia em que teria seu mandato cassado pelo TRE, renunciou às pressas para não ser julgado.

Um fardo para Moisés e Tubarão

Mesmo depois de empossado, ele seguiu sendo um problema para o governador. A inoperância de sua secretaria só não mereceu mais destaque porque o governo, como um todo, não apresentava desempenho muito mais animador.

Lucas era o símbolo do que foi nomeado de República de Tubarão. Um grupo de pessoas da cidade que assumiu muitos postos de destaque no governo. Como resultado, pouco ou nenhum retorno. Apenas a triste referência permanente em discursos de deputados de oposição, diante dos escândalos em que o governo se meteu. E da dificuldade operacional em diversos aspectos.

Lucas virou um fardo para Tubarão também. Modestamente alertei aqui sobre os riscos que a tal república trazia. Dessa maneira, entendo que não estava errado.

Mande sua mensagem por WhatsApp
Enviar