Tubarão perde espaço na composição do governo Moisés

Quando o lagunense radicado em Criciúma Eduardo Pinho Moreira assumiu o governo do Estado, em abril, viveu-se uma expectativa de que haveria um aumento da participação na gestão do Sul e, consequentemente, de Tubarão e região.

Não aconteceu.

Com a eleição de Carlos Moisés da Silva, as esperanças foram reforçadas. Afinal, Moisés constituiu família e boa parte de sua carreira profissional justamente em Tubarão.

De concreto, porém, apenas a saída de Marcos Ghizzoni da Delegacia Geral da Polícia Civil, embora sua dispensa não seja justificável por critérios técnicos. Anunciar o seu substituto foi o primeiro ato do novo governo, antes mesmo de definir o titular da Segurança Pública.

O saldo, portanto, é negativo até agora.

As especulações que dão conta de que a delegada regional Vivian Selig também poderia ser substituída geram apreensão justamente na área da segurança pública, uma das bandeiras de campanha do governador eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *