TSE põe e tira julgamento da chapa de Jorginho Mello de pauta

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) incluiu o julgamento do pedido de registro de candidatura do senador eleito Jorginho Mello (PR), que já foi deferido liminarmente pelo ministro Admar Gonzaga,

O caso, porém, foi novamente retirado da pauta. A discussão envolve a data de filiação do segundo suplente da chapa, o ex-prefeito de Imbituba Beto Martins (PSDB).

Se a chapa for cassada, seria declarado eleito Lucas Esmeraldino (PSL), que ficou em terceiro lugar na disputa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *