Trânsito em Criciúma, um modelo a ser estudado

Nos primeiros dias de seu governo, o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro encaminhou à Câmara de Vereadores um polêmico pacote de leis que constituíam uma reforma administrativa. Uma das principais discussões deu-se em torno da extinção da Guarda Municipal.

A lei previa que ao menos 50% dos guardas tornariam-se agentes de trânsito.

O resultado é digno de estudo, inclusive para Tubarão. A fiscalização foi potencializada, o que traz resultados ótimos para o fluxo de trânsito e o respeito às vagas especiais, para idosos e portadores de necessidades especiais.

Foi criado um sistema integrado com a Polícia Militar, através do telefone 190.

  • Ganha o cidadão, que pode ligar sempre nesse número;
  • Ganha a Polícia Militar, que repassa as chamadas referentes a trânsito, sem vítimas, aos agentes municipais e pode se dedicar à segurança pública;
  • Ganha o Departamento de Trânsito, que tem condições de desempenhar ações fundamentais de educação e orientação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *