Reforma Administrativa deverá ser aprovada com folga

Os 11 projetos de lei enviados pelo Poder Executivo que compõem a Reforma Administrativa deverão ser aprovados sem sustos, apesar dos protestos dos servidores públicos quanto ao projeto de lei complementar 008\2017, que estabelece a migração dos servidores celetistas para o regime estatutário.

O projeto de lei complementar 001\2017, que altera o quadro de cargos comissionados, deverá ser alvo de emendas. Porém, se a maioria governista for confirmada, a tendência é que nenhuma destas emendas seja aprovada.

O projeto de lei ordinária 002\2017 é alvo de movimentação por parte dos servidores que recebem salários próximos do teto de R$ 20.900,00. Alguns deixarão de ter o valor reajustado se o congelamento do salário do prefeito for aprovado. Ao longo dos quatro anos, essa medida atingiria um número considerável de servidores – a maioria composta por aposentados.

Será a primeira real sinalização de proximidade com o governo que será dado pelos vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *