Quase sozinho, Moisés dribla assessores e dá aula de atendimento à imprensa

A vinda do governador Carlos Moisés da Silva a Tubarão era cercada de expectativa pela imprensa. A péssima divulgação da agenda dava a impressão de que ele seria blindado e o acesso a entrevistas, dificultado.

A blindagem realmente existia. A assessoria de fato não estava disposta a facilitar o trabalho de ninguém. Mas Moisés foi muito solícito, respondeu todas as perguntas que lhe foram formuladas e deu exemplo de disposição em um cenário que aparentava ser hostil pela quantidade de assessores dispostos a impedir que as coisas caminhassem normalmente.

Registre-se ainda, que nenhum deputado apareceu na agenda. Nem mesmo os seus correligionários. A República de Tubarão mais uma vez foi ausência marcante na agenda, a exemplo do que havia acontecido na coletiva do presidente da Celesc, Cleicio Martins.

Cumpre registrar que não havia sessões deliberativas nem na Câmara dos Deputados e nem na Assembleia Legislativa – segundas e sextas são geralmente destinadas a atividades nas bases dos parlamentares.

 

Atualização

Nota enviada pela assessoria do deputado federal Daniel Freitas (PSL) e publicada às 19h14:

O Deputado não pode estar presente pois havido sido sorteado para o grande expediente de segunda na Câmara, e não poderia faltar. Ele ficou realmente chateado, pois sabia da importância de estar na agenda, não só na de Tubarão, mas na de Criciúma também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mande sua mensagem por WhatsApp
Enviar