Quantos partidos cabem no governo do Estado

A habilidade política do governador Raimundo Colombo é notável. Mas os últimos dias têm sido de uma impressionante demonstração de capacidade de aglutinação em torno de seu governo.

Já dono de maioria esmagadora na Assembleia Legislativa, Colombo colocou sob o guarda-chuva de seu mandato o PSDB e o PP, seus principais concorrentes em 2014.

Os tucanos assumiram as importantíssimas secretarias de Saúde (Vicente Caropreso) e Turismo, Cultura e Esporte (Leonel Pavan) – apesar dos desmentidos do presidente estadual do partido, numa posição à qual o deputado Marcos Vieira deveria se poupar.

O PP assumiu a secretaria de Assistência Social, com Valmir Comin.

Todos os nomeados são deputados estaduais, o que garante a felicidade de suplentes que assumem seus espaços na Assembleia.

Atualmente há dez partidos representados no parlamento estadual. Nada menos que nove integram o governo Colombo: PSD, PMDB, PP, PSDB, PR, PSB, PSC, PCdoB e PDT.

O único a fazer oposição é o PT, que tem cinco dos 40 deputados.

Nesta semana, revelou-se que há espaço até para o PV, que não tem nenhum deputado estadual, na coalizão.

Vamos ver como fica esse mapa até a eleição.

Deixe uma resposta