Posse de Eduardo estimula especulação nas ADRs

Existe uma grande expectativa de que, ainda em janeiro, o governo do Estado promova mudanças no comando das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), embora o mais provável é que isso ocorra apenas depois de abril, quando Raimundo Colombo renunciará formalmente ao posto de governador e o PSD definirá para onde vai correr. O presidente estadual da sigla Gelson Merisio tem dito que o partido desembarcará espontaneamente do governo, o que parece pouco provável.

Em Tubarão

De toda forma, o MDB está de olho no comando em diversas unidades, inclusive em Tubarão, onde o cargo tem indicação do PSD, Nilton de Campos. O vereador Douglas Antunes, fortalecido pelo resultado da eleição interna do partido, seria nome natural, mas evidentemente precisará lidar com o desgaste gerado pelas acusações contra a sua empresa, o Grupo Educacional DMA. Candidatos a vice-prefeito em 2016, Edson Firmino e João Marcelo Fretta Zapellini são nomes naturalmente lembrados. Ambos declararam desconhecer as movimentações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mande sua mensagem por WhatsApp
Enviar