Polêmica em Criciúma sobre quem assume a vaga de Daniel Freitas

A renúncia do vereador Daniel Freitas (PSL), antecipando a já definida cassação de seu mandato, está gerando uma imensa confissão em Criciúma. A primeira suplente da coligação que reuniu PP e MDB nas eleições de 2016 é Ângela Mello, que concorreu pelo PP e hoje está no MDB. Seria, portanto, passível de também ter o seu mandato cassado por infidelidade partidária – muito embora tenha migrado para uma sigla que fazia parte da mesma coligação, o que pode se tornar argumento de defesa.

Nova disputa judicial

A decisão de cassação do TRE ordenou que seja dada posse a Edson Paiol (PP). O presidente da Câmara, Júlio Colombo (PSB), alegou não ter sido notificado ainda e convocou Ângela com base na renúncia de Daniel. Assim que for notificado, provavelmente terá que convocar Paiol para a vaga de Ângela, que poderá buscar judicialmente o direito de retornar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *