Pedidos de golpe militar já nasceram frustrados

Fica cada vez mais claro que o movimento que paralisou rodovias por todo o Brasil se iniciou com a articulação de entidades que congregam grandes transportadoras e caminhoneiros autônomos (muitas vezes contratados por essas mesmas empresas), mas que foi ganhando adesão descontrolada e que é daí que vieram os pedidos de golpe militar. Nenhuma liderança significativa, nem mesmo ligada às Forças Armadas, manifestou-se em favor disso. Há muitas diferenças entre o cenário de hoje e o do triste episódio de 1º de abril de 1964.

Conjuntura internacional

Em 1964, o Exército já havia planejado golpear a democracia. A literatura traz vastos registros que já dez anos antes isso esteve prestes a ocorrer, caso Getúlio Vargas não cometesse suicídio – a posse do vice, Café Filho, mais próximos aos interesses que as Forças Armadas representavam, adiou o movimento. Além disso, ditaduras militares eram uma realidade em vários pontos do mundo, em especial na América Latina. O golpe de 64 não foi motivado pela ilegitimidade de um governo.

Deixe uma resposta