PDT decide não registrar a candidatura de Farinheira

Há muitos meses se especulava que o PDT lançaria mão da estratégia de lançar uma única candidatura a deputado federal, priorizando a eleição de Manoel Dias. Ocorre que o ex-vereador de Capivari de Baixo Farinheira se filiou ao partido sob o acordo, firmado junto ao deputado estadual Rodrigo Minotto, de que concorreria a este mesmo cargo. O último dia para o registro das candidaturas é hoje e Farinheira já sabe que sobrou: o partido alegou que precisou cortar nomes para cumprir a exigência legal de ao menos um terço de candidaturas femininas na coligação e Manoel Dias será, de fato, o único concorrente do PDT a uma vaga na Câmara dos Deputados.

Decepção

Farinheira não esconde sua decepção. Servidor federal de carreira, se licenciou de suas atividades no Ministério da Agricultura, em Florianópolis, para cumprir o prazo de desincompatibilização. Teve seu nome incluído na ata da convenção do PDT, muito embora seu nome não tenha sido anunciado pelo cerimonial – o que já indicava que havia algo estranho no ar. Identificado com a causa da anistia aos servidores federais demitidos no governo Collor, não quis nem considerar a possibilidade de ser candidato a deputado estadual.

Deixe uma resposta