OAB participa de flagrante de exercício ilegal da advocacia

Um representante da Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da subseção e Tubarão participou de um flagrante na tarde de quinta-feira de exercício ilegal da advocacia em Tubarão. A diligência se deu por meio de diversas denúncias realizadas à OAB e constatou que Rafael Perdoná atendia em um escritório no Edifício Minas Center, em parceria com uma advogada legítima, segundo a representante da OAB, Vanessa da Conceição Rosso. Rafael é bacharel em Direito, mas não possui inscrição na OAB – portanto, não está habilitado a advogar.

Deixe uma resposta