No gabinete de Amin, Kleinubing freia articulação do DEM nos municípios

Essa semana a coluna de Upiara Boschi no Diário Catarinense revelou que o ex-deputado federal e ex-prefeito de Blumenau João Paulo Kleinubing assumiu um cargo comissionado no gabinete do senador Esperidião Amin (PP).

João Paulo foi candidato a vice-governador na chapa de Gelson Merisio (PSD) – a mesma pela qual concorreu Amin. Acabou derrotado no segundo turno e seu partido não elegeu nenhum deputado estadual e nenhum deputado federal.

Embora tenha saído sem nenhum mandato das eleições de 2018 em Santa Catarina, o DEM explodiu nacionalmente. Emplacou três ministros (Onyx Lorenzoni, na Casa Civil; Tereza Cristina, na Agricultura; e Luiz Henrique Mandetta, na Saúde). Todos deputados federais licenciados.

Elegeu o presidente da Câmara, Rodrigo Maia; e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Virou opção para as lideranças municipais que pretendem mudar de sigla.

A nomeação no gabinete de Amin não ajuda esse processo. Cria laços que não estavam previstos.

Um comentário em “No gabinete de Amin, Kleinubing freia articulação do DEM nos municípios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *