fbpx

Mulheres e homens protestam contra a reforma da Previdência

Em meio às festividades do Dia Internacional da Mulher, várias tubaronenses honraram a origem da data e foram às ruas protestar contra a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer. Muitos homens estavam presentes ao ato.

A Reforma da Previdência prevê idade mínima de aposentadoria aos 65 anos de idade, tanto para homens quanto para mulheres.

Prevê, ainda, que para ser obtida de maneira integral, o cidadão precisa contribuir por 49 anos.

Nos discursos, a conclusão evidente: muitas pessoas morrerão sem conseguir cumprir os requisitos e passarão a fase final de suas vidas em dificuldades financeiras. Terão evidentes dificuldades de conseguir emprego e não poderão se aposentar. O futuro que Temer propõe é sombrio.

O peso é ainda maior sobre o ombro das mulheres: porque trabalham cerca de 7 horas a mais que os homens por cumprirem jornadas duplas (profissional e doméstica); e porque ganham menos que os homens.

Lembrando que há manifestação de 2015 da Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), na própria Câmara dos Deputados, de que a Previdência Brasileira é superavitária.

O protesto foi em frente à Previdência Social em Tubarão, no Calçadão do Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *