Merisio teria confirmado que seu vice será do PSB

O jornalista Cláudio Loetz, da NSC, afirmou que Gelson Merisio já informou a aliados que será candidato ao governo e que seu vice será o vereador de Joinville Ninfo Konig (PSB), com Raimundo Colombo (PSD) e Esperidião Amin (PP) concorrendo ao Senado. Em entrevista, Konig confirmou ter recebido o convite. Perguntado sobre o assunto, Merisio admitiu a possibilidade, mas afirmou que se Esperidião ou Ângela Amin se dispuserem a ocupar a posição de vice, serão aceitos. Há quem acredite que Raimundo Colombo pretende que Amin não seja seu concorrente a uma das duas cadeiras em disputa de senador. Por isso, pretenderia que o próprio Amin concorresse ao governo, com Merisio sendo seu vice. O ex-governador lidera qualquer pesquisa que seja realizada, enquanto o presidente estadual do PSD patina, a ponto de ser chamado publicamente por Júlio Garcia de “Titanic encalhado”. Questionado pela jornalista Karina Manarin, de Criciúma, Amin teria garantido que se essa chapa se confirmar, ele será candidato ao governo, podendo ter o deputado federal João Paulo Kleinubing (DEM) como vice.

Sem vaga para o PSDB

Outra conclusão dessa suposta definição de chapa seria a exclusão definitiva do PSDB nos planos de Merisio. Os tucanos só aceitam discutir aliança com a cessão de ao menos duas vagas na majoritária: uma para o senador Paulo Bauer e outra para o ex-prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes, apoiado pelo senador em fim de mandato Dalírio Beber. Talvez nem uma posição sequer esteja à sua disposição. Merisio entende que pode ter o apoio dos partidos de esquerda num eventual segundo turno, desde que esteja distante de MDB e PSDB.

Deixe uma resposta