Merisio apoia Bolsonaro e embaralha a sucessão

O repentino anúncio de apoio do candidato a governador Gelson Merisio (PSD) à candidatura presidencial de Jair Bolsonaro é o mais recente fato político da disputa estadual. Há dezenas de vídeos em que Merisio se compromete a não assumir lado na disputa antes do segundo turno e seu gesto de romper com a própria palavra deixa evidente que há um temor na campanha de que ele sequer conseguisse chegar a esta etapa. O candidato busca se associar ao candidato que lidera as intenções de voto no Estado, mas cria evidentes problemas dentro de sua ampla coligação, formada sob a promessa de neutralidade no primeiro turno. Nela estão o PDT de Ciro Gomes, o Pode de Álvaro Dias (além do PSC, que indicou seu vice) e o PCdoB, de Manuela D’Ávila, vice de Fernando Haddad (PT). Sem falar no coração do Centrão, que fechou apoio a Geraldo Alckmin (PSDB). A complexidade da explicação explica o gesto ousado de Merisio, que só se justificaria num cenário à beira do desespero – até pelo risco de ser taxado como oportunista. Resta saber qual será o efeito prático do gesto.

Pró e contra Bolsonaro

O sábado será marcados por atos de apoio e repúdio a Bolsonaro. Às 9h haverá uma carreata em apoio ao candidato a presidente do PSL, em frente ao Posto Disney. A partir das 15h, haverá uma concentração em frente ao Centro Municipal de Cultura do movimento nacional “Mulheres contra Bolsonaro”, que vai realizar ato em todo o País.

Recolhimento de material

A Justiça Eleitoral recolheu ontem material do comitê do PT de Tubarão, impresso no início da campanha e que ainda constava com Lula como candidato a presidente. O procedimento foi combinado em consenso entre os representantes do comitê e a Guarda Municipal foi acionada para fazer o transporte do material, já que a Justiça Eleitoral não dispõe de veículos de transporte de carga. O material encontrava-se isolado e não estava sendo distribuído, já tendo sido substituído por impressos em que Fernando Haddad conta como candidato a presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *