Matrículas no Cedup são conquista sindical

Todas as manifestações, inclusive as feitas por vereadores e demais autoridades, foram importantes. Mas o recuo da secretaria de Estado da Educação em não abrir matrículas nos Cedups teve a participação decisiva do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte) – inclusive com representantes da região, como a professora Tânia Fogaça. A reação rápida impediu que o novo calendário chegasse a ser estabelecido.

Deixe uma resposta