Lançamento da taxa de lixo apresenta muitos erros

As redes sociais são um bom demonstrativo da grande quantidade de inconsistências apresentadas na alteração do formato da cobrança da taxa de lixo. A regra é clara: antes anexada ao IPTU, a taxa passou a vir junto à conta de água, parcelada em oito vezes neste primeiro ano e em 12, a partir de 2019 – com exceção aos cidadãos que foram pessoalmente à Central do Cidadão manifestar que preferiam pagar tudo de uma vez só, através de um boleto específico. Ocorre que muita gente que não pediu o pagamento único está recebendo o boleto pelos Correios e não sabe ao certo o que fazer. Alguns, inclusive, notaram que estão sendo cobrados por duas vezes: por este boleto e também na fatura de água. Trata-se, claro, de um erro de lançamento de dados que a prefeitura tem a obrigação de corrigir. Quem recebeu a correspondência indevida deve procurar a Central do Cidadão e regularizar a sua situação.

Deixe uma resposta