Kércia Menegaz: “Me sinto representando todas as mulheres”

Direto ao ponto

Kércia Menegaz, chefe de gabinete da prefeitura de Tubarão

 

É a primeira vez que você assume uma função pública. Sente-se preparada para a função?

Há dez anos participo de atividades políticas de forma voluntária em várias entidades, dentro do partido e também nas campanhas eleitorais e mandatos. Eu e o Laércio entendemos não é ético e nem moral marido e mulher participar ao mesmo tempo do governo. Com a saída dele, se abriu uma oportunidade para mim.

Você será a primeira mulher no primeiro escalão do governo. Qual a importância dessa nomeação?

Penso que todos os espaços ocupados por mulheres devem ser comemorados. É uma luta histórica na iniciativa privada e também na política. Para se ter uma ideia, a mulher por muito tempo não tinha sequer o direito de votar. Hoje, no Brasil, temos apenas uma governadora (Suely Campos, em Roraima) dentro dos 27 estados. Em Santa Catarina temos cinco deputadas entre as 56 cadeiras na Alesc e Câmara Federal, menos de 10%.  Em Tubarão, das 17 vagas na Câmara de Vereadores não elegemos mulheres há mais de 20 anos. É importante nos apresentarmos na vida pública porque temos talento, liderança e muita força para contribuir.

Quais semelhanças e diferenças você vê entre o seu trabalho e do Laércio?

Com a diminuição de cargos e secretarias no início do Governo Joares, Secretaria de Governo e o Gabinete do Prefeito foram unidos. A demanda de trabalho é grande, desde organização de agenda, relação com a Câmara de vereadores e secretarias, temos ali funções importantes como o Procon, Departamento de Comunicação e a Gerência de Projetos que supervisionamos. A Gerência de Projetos, por exemplo, tem a função de trazer recursos para a cidade e exige muita relação com deputados estaduais e federais. Nisso o Laércio pode me ajudar, pois ele já trabalhou em Florianópolis e Brasília. Tenho humildade para aprender com ele e demais colegas de trabalho. Estou com muita disposição de servir a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *