Justiça determina prisão de vereadores de Capivari

Os vereadores de Capivari de Baixo Edison da Elétrica (MDB) e Jean Rodrigues (PSDB) tiveram novo mandado de prisão expedido pela Justiça, sob a acusação de que estavam coagindo testemunhas de acusação nos processos que respondem por corrupção. O pedido do Ministério Público para prisão preventiva foi deferido e citava o “uso de grave ameaça, praticados pelos dois Vereadores que, inclusive, já estiveram presos preventivamente no curso da investigação do Ministério Público justamente para evitar a interferência”. Jean teria, segundo a denúncia, abordado uma servidora da Câmara Municipal de Vereadores e a ameaçado, dizendo que tinha ficado preso e conhecia pessoas de dentro do presídio, além de mencionar o nome da filha da testemunha, que é policial. Uma outra testemunha teria mentido em juízo para beneficiar Edison e, posteriormente, procurado a promotoria confessando o ato. Os dois vereadores estão entre os acusados de reter parte do salário de assessores fantasmas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *