Joares a Merisio: “a esta época eu tinha 8%”

O deputado estadual Gelson Merisio lançou neste sábado a sua pré-campanha ao governo do Estado. Responsável pela articulação de mais de uma dezena de partidos em torno deste projeto, Merisio sente a maior das resistências vir justamente de sua sigla, o PSD – simbolicamente, nesta foto aparece ao lado do prefeito de Tubarão Joares Ponticelli e do deputado estadual Valmir Comin (ambos do PP) e do prefeito de Chapecó Luciano Buligon (PSB).

Júlio Garcia não foi, mantendo firme a posição de desacreditar da viabilidade eleitoral da pré-campanha. As pesquisas de opinião, de fato, dão a Merisio índices absolutamente irrelevantes, ainda mais quando comparados ao líder Esperidiâo Amin (PP), que não apareceu, mas gravou um vídeo e deu uma boa justificativa: o batizado de sua neta, em Florianópolis.

Veio de Joares a mais positiva das manifestações sobre as pesquisas. “Gostaria de lembrar a vocês que pesquisas não decidem eleições. A esta época, na minha eleição à prefeitura de Tubarão, eu tinha 8%. Se suarmos a camisa, vamos fazer de Merisio nosso governador para o bem de Santa Catarina”.

ADR deve ficar como está

A ausência de Júlio no ato de Merisio apenas reforça: as especulações quanto às mudanças no comando da Agência de Desenvolvimento Regional de Tubarão devem ficar mais contidas. A indefinição do cenário de coligações, inclusive com sinalizações de que a união entre PP e PSD já foi mais firme, deve fazer com que tudo permaneça como está, ao menos por enquanto. Os indicados de Júlio Garcia seguem em seus cargos, ao menos até agosto, quando a situação será reavaliada à luz das convenções. Essa é a tendência do momento.

Deixe uma resposta