Governo do Estado desrespeitou comunidade escolar do Tomé

O governo do Estado tinha, no mínimo desde 21 de dezembro de 2018, a informação de que a Escola Tomé Machado Vieira, em Oficinas (Tubarão) seria desativada – ou fechada mesmo. E a intenção de transferir automaticamente seus alunos para o Gallotti.
É o que prova o ofício abaixo.
 
Faltou respeito de todos os envolvidos com a comunidade escolar, que em nenhum momento foi avisada – muito menos consultada – sobre essa decisão.
 
Sobre o mérito em si da decisão, suas causas e alternativas a uma decisão tão drástica, comentarei mais à frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *