Ex-prefeito de Sangão muda de lado e leva mordida de primo

Essa vale o registro pelo caso de agressão e pelo inusitado.

Uma agressão pode até ser explicada, mas nunca justificada.

Em Sangão, o ex-prefeito Antônio Mauro anunciou a intenção de concorrer na eleição suplementar que ocorrerá em abril, diante da cassação do registro de candidatura de Castilho Silvano Vieira (PP).

Castilho foi eleito vice-prefeito em 2008, no segundo mandato do próprio Antônio Mauro. Assumiu o governo de 18 de maio a 18 de junho de 2012, menos de seis meses antes de ser eleito prefeito.

Por essa razão, a Justiça entendeu que Castilho concorria a um terceiro mandato em 2016. E impugnou a sua chapa.

O ex-prefeito, no entanto, não conseguiu a indicação para ser candidato. O PP lançou o vice-prefeito do primeiro mandato de Castilho, Dalmir Carara, o Pinto.

Antônio Mauro deixou o PP, filiou-se ao PSDB e declarou apoio ao candidato do PMDB, Herivelto de Castro Reynaldo.

A imprensa conta que essa mudança de lado gerou uma discussão com um primo, coordenador da campanha do pepista. O que rendeu a Antônio Mauro e sua irmã algumas mordidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *