Edinho justifica projeto de lei sobre orgânicos

Edinho Bez lançou um vídeo nas redes sociais, ontem, contestando a polêmica sobre o projeto de lei de sua autoria que foi aprovado pela Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados e dificultaria a comercialização de produtos orgânicos fora de espaços limitados, como feiras livres e permanentes. Segundo o parlamentar, a intenção do projeto de lei é de exigir certificação por parte dos produtores, garantindo ao cidadão o direito de não comprar “gato por lebre” – ou seja, comprar produtos cultivados com agrotóxicos como se fossem isentos deles. Se a intenção era essa, é preciso apurar quem redigiu o texto do projeto de lei de maneira tão absurda, pois ele diz textualmente o seguinte:

“Art. 3º-A. A comercialização direta de produtos orgânicos aos consumidores se realizará:
(…)
III – em propriedade particular ou em feiras livres ou permanentes, instaladas em espaços públicos;”

Se não houve intenção de restringir a venda dos produtos, houve uma péssima redação.

Deixe uma resposta