Direto ao ponto com Lucas Esmeraldino

Direto ao ponto

Lucas Esmeraldino, vereador

Por que você decidiu deixar o PSDB?

Fui o vereador mais votado da sigla e fiel à candidatura do ex-prefeito Carlos Stüpp nas duas últimas eleições (2012 e 2016). Ouvindo minha família, amigos e pessoas que sempre me apoiaram e outras que querem me apoiar, entendi que é a hora de buscar uma sigla onde eu possa ser candidato com real chance neste ano. Tubarão e região está sem deputado e vamos trabalhar muito para preencher esta lacuna. No PSDB não tenho apoiadores suficientes e nem chance, pela alta legenda. O Dóia Guglielmi, por exemplo, não se elegeu na última com 41 mil votos para deputado estadual. Cabe entender e respeitar o meu momento. Além disso, não vou fazer oposição do “quanto pior, melhor” na Câmara, como alguns colegas de sigla querem. E nem trabalhar para deputados de outras regiões.

 Fica alguma mágoa em relação ao partido?

Tenho gratidão pelo PSDB. Tenho amigos e pessoas de valores no partido. Sou dentista formado, faço política por opção, por vocação, e não por necessidade. Sinto que estou livre e com muita vontade de trabalhar pela cidade e pelas pessoas, independentemente de partido.

A qual partido você pretende se filiar?

Recebi vários convites e estou analisando todos. O mais importante neste momento é a liberdade para poder atuar. Não abro mão de dos valores familiares e de temas como a segurança pública, a educação e a saúde de qualidade. Minha opção é um local que eu possa ter condições de eleição e liberdade de aceitar a todos que querem uma política diferente – com valores morais e éticos.

Você pretende ser candidato a deputado estadual ou deputado federal?

Ainda vou estudar essa questão. Devo definir no próximo mês a qual partido vou me filiar e a qual cargo vou concorrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *