Corte ameaça IFSC de Tubarão

O corte do governo federal na Educação ameaça a obra e os cursos do IFSC de Tubarão.

Inaugurado em 2015, o nosso campus do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com sua obra de ampliação em conclusão. Funcionários e estudantes realizaram, com efeito, uma manifestação na semana passada. O corte compromete, inegavelmente, o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão do segundo semestre. Inclusive dos cursos em andamento. O que causaria um imenso problema aos cerca de mil alunos técnicos ou de graduação.

A obra foi orçada em R$ 2,4 milhões e o novo bloco primeiramente terá um pavimento e uma área total de 722 metros quadrados. A área pertencia ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e foi cedida ao Ifsc.

As obras já foram iniciadas, porém, com receio quanto a fatos como esse. O corte reafirma a ameaça quanto à obra e ao cursos do IFSC de Tubarão.

A obra segue em meio a um clima de temor da redução drástica de investimentos nos institutos federais. Isso desde que o Congresso Nacional aprovou o congelamento de gastos sociais. A conclusão e ao menos a manutenção dos cursos atuais é um desafio. Vai depender muito do posicionamento do governo que toma posse em janeiro.

O curso superior de Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, fundamental, aliás, para o desenvolvimento da região como polo de inovação, obteve nota máxima na avaliação do Ministério da Educação (MEC).

A reação das lideranças políticas locais, inclusive a República de Tubarão, infelizmente foi insignificante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *