Concessão da BR-101 pode trazer pedágios e uma ponte

A concessão do trecho sul da BR-101 já começaria a ser discutida ontem, na série de audiências públicas que acontecem esta semana. A falta de energia elétrica, porém, impediu a realização da primeira delas, ontem, em Brasília. Estão mantidas as dos dias 17, em Florianópolis, e 18, em Criciúma.

Pedágios e contrapartida

A concessão trará consigo a existência de pedágios. “Independente de nossa vontade isso ocorrerá. O que buscamos é que fique em Tubarão, num dos limites do município, justificando a contrapartida de uma ponte ligando Tubarão e Capivari e tirando o tráfego local entre as duas cidades na BR 101”, explicou o presidente da Acit, Edson Antônio.

Investimento

Ao todo, estão previstos investimentos de R$ 4 bilhões nos próximos 30 anos, somando mais de 200 quilômetros entre os municípios de Paulo Lopes e São João do Sul. As audiências são abertas à participação da população, contando ainda com a presença de membros Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), da FIESC e de lideranças políticas. Na pauta de discussões, entram em questão o estudo de viabilidade, as minutas do edital e do contrato e o programa de exploração de rodovias. Na foto, o diretor da ANTT Sérgio Lobo, o diretor da Fiesc Egídio Martorano, o prefeito Joares Ponticelli, o ex-deputado federal Edinho Bez, o presidente da Acit Edson Antonio e o também diretor da ANTT Weber Ciloni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *