Candidaturas nacionais começam a influenciar composições

A definição das chapas para as eleições deste ano viveu, na última semana, o início da pressão dos diretórios nacionais dos partidos em busca de um melhor palanque para a disputa à presidência da República. O governador Eduardo Pinho Moreira tornou público que busca o apoio do PSDB para a sua candidatura à reeleição e destacou o apoio que poderia oferecer a Geraldo Alckmin, que ainda patina nas pesquisas de intenção de voto, muito distante de garantir ao menos um lugar no segundo turno. Os tucanos catarinenses demostram disposição em lançar o senador Paulo Bauer, mesmo que isso signifique ficar sem o maior partido do Estado. O PT também banca a sua candidatura própria como maneira de garantir que haja candidato ao governo afinado com a sua candidatura presidencial. O bloco liderado por PSD e PP administra o convívio com mais de uma candidatura federal. Já anunciados no bloco estão o PDT, que deve ter Ciro Gomes como candidato a presidente; e o PSB, que ganhou a possibilidade de Joaquim Barbosa no último dia de filiações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *