Ausência em exames e consultas: quando o problema do SUS está no usuário

A matéria já tem quase um mês, mas vale a discussão: no dia 3 de março, o Diário Catarinense fez uma interessante reportagem sobre a grande quantidade de exames e consultas do Sistema Único de Saúde (SUS) que deixam de ser realizados porque o paciente simplesmente não aparece.

O SUS é um sistema amplo como poucos no Mundo. Evidentemente não é fácil administrar um sistema tão ousado, que passa pelos governos federal, estaduais e municipais. Ainda mais quando o próprio usuário gera esse tipo de problema.

A reportagem aborda o esquecimento dos pacientes, motivado pelo longo prazo entre a data do agendamento e o da consulta em si. Eu acrescentaria mais um problema, pela experiência na prefeitura de Tubarão: a quantidade de pessoas que desistem da espera e fazem a consulta ou o exame via plano de saúde ou meio particular mesmo.

O fato é: esse é um fato a ser combatido, até porque causa prejuízos sensíveis aos cofres públicos e amplia o tempo de espera de quem se propõe a comparecer ao compromisso.

Deixe uma resposta