fbpx

Após fim do prazo, cenário de candidaturas fica mais claro

As porteiras estão fechadas. Ao fim oficial do prazo de filiações, o quadro de candidaturas a todos os cargos fica mais claro, embora ainda longe de totalmente definido. Na disputa à presidência da República, a prisão do ex-presidente Lula foi o grande destaque, ofuscando um fato realmente inesperado há poucas semanas: a filiação do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa ao PSB, provavelmente para concorrer ao Planalto. Na disputa pelo governo do Estado, Udo Döhler está definitivamente fora e Leonel Pavan, que ficou no PSDB, é opção para uma vaga de vice. O ex-desembargador Lédio Rosa de Andrade pode concorrer pelo PT. Na região, a novidade mais significativa é a candidatura a deputado estadual Volnei Weber (PMDB), com Evandro Almeida ficando de fora. Edi da Farmácia vai mesmo concorrer a deputado federal pelo PSB. Professor Paulão (PT) pode concorrer a federal e Caio Tokarski (PSD), a federal ou estadual – esta segunda possibilidade, apenas se Júlio Garcia for parar na majoritária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *