Alesc presta homenagem a Derlei de Luca

A Assembleia Legislativa entregou ontem uma Moção de Aplauso à família de Derlei Catarina De Luca, que morreu vítima de um câncer em 18 de novembro. A professora e historiadora Derlei, reconhecida no país como uma das principais vozes a denunciar os horrores praticados pela Ditadura Militar, dedicou-se ao resgate da memória dos desaparecidos políticos nos anos de chumbo. Fundou o Comitê Catarinense Pró-Memória dos Mortos e Desaparecidos e o Coletivo Catarinense Memória Verdade e Justiça. A proposição foi da bancada do PT e a moção foi entregue ao filho de Derlei, Paulo de Luca Ramos.

Em Tubarão

Derlei foi contatada para participar de uma sessão da Câmara de Vereadores em outubro deste ano, quando a professora Andréia Daltoé tratou dos reflexos da violência da Ditadura Militar em Santa Catarina. Vivendo em Içara, sua terra natal, não compareceu por já estar com a saúde fragilizada. A proposição da visita foi de minha autoria, à época exercendo o mandato de vereador.

Deixe uma resposta