ADR de Tubarão na mira do PMDB

Ao falar à imprensa do Estado sobre a transição do seu governo para o de Eduardo Moreira, Raimundo Colombo não fez revelações muito conclusivas, mas deixou claro que seu vice já está tomando posse aos poucos e que as nomeações que venham a ocorrer serão calculadas em comum acordo.

Dias depois, Eduardo declarou ao Diário Catarinense que esta sua passagem pelo comando do Executivo do Estado será diferente da que teve em situação semelhante em 2006, quando as pessoas sequer perceberam a troca – o titular que renunciou, à época, era seu correligionário Luiz Henrique da Silveira.

Já empoderado e declarando que fará mudanças, Eduardo Moreira pode alterar o mapa de distribuição das ADRs e a vaga de Tubarão está em discussão. Hoje o secretário é o ex-vereador Nilton de Campos, do PSD. O partido assumiu o posto num momento em que estava fora do governo municipal e tinha natural dificuldade em acomodar suas lideranças, quadro um pouco atenuado pela posse na prefeitura de Tubarão – o PMDB permaneceu de fora.

No Senadinho do programa Boca no Trombone, da rádio Bandeirantes, o comentarista político Dura aventou a possibilidade de o vereador Douglas Antunes assumir o posto, numa triangulação que contemplaria ainda o primeiro suplente Neno da Farmácia, que assumiria seu posto na Câmara. Claro que a decisão vai passar pelo mapa geral das ADRs no Estado e, claro, pela permanência do PSD no governo. Mas há uma disputa em curso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *