Acioli Cancelier participa do “Amarelas ao Vivo”, da Veja

O tubaronense Acioli Cancellier de Olivo participou ontem do Amarelas ao Vivo, fórum promovido pela Revista Veja com o tema “Como as fake News e as redes sociais vão afetar as eleições, o Brasil e você”. Acioli abordou a morte de seu irmão, Luiz Carlos, reitor da Ufsc que cometeu suicídio após ser preso pela Polícia Federal sem que sequer fosse réu em qualquer ação. Diz a reportagem: “O irmão contou que Luiz Carlos consultou diversos juristas de Santa Catarina sobre a sua situação e que sua esperança diminuiu perceptivelmente depois disso. “Provavelmente, falaram para ele sobre as dificuldades que uma pessoa tem para se livrar de uma acusação, mesmo que esta seja falsa. Ele deve ter percebido que a pecha que o infligiram nas redes sociais e, principalmente, no meio acadêmico não sairia. Percebeu que, ali, tinha acabado a carreira dele”.

Deixe uma resposta