fbpx

A janela de transferência partidária está aberta

No fim da última semana, finalmente foi aberta a janela de transferências partidárias, período em que qualquer deputado pode trocar de sigla sem que o fato caracterize infidelidade partidária – e portanto, traga risco de cassação de mandato a quem optar por mudar de ares. Até o dia 7 de abril quem pretende concorrer precisa definir a sua filiação e a grande expectativa é quanto à migração para o PSL e o DEM. O PSL é o partido ao qual se filiou o deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato a presidente. Já são dez deputados federais que migraram e a grande expectativa é saber se o partido viabilizará chapas pelos estados. Outro destino comum é o DEM, que se rearticulou após a chegada à presidência da Câmara de Rodrigo Maia, já pré-candidato à presidência. Em Santa Catarina, João Paulo Kleinubing voltou ao antigo PFL e quer levar consigo lideranças regionais. O problema para este movimento é que os vereadores que quiserem fazer a travessia correm o risco de perderem seus mandatos, pois a janela abre apenas para quem está no último ano de mandato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *